4 curiosidades históricas de Paris

Você acha que conhece bem a cidade das luzes? Sabe o motivo dela ter esse “apelido”? Você quer saber como que ela se chamava antes de ser conhecida como Paris?  Já imaginou que um grupo inteiro de turistas ficou perdido dentro das “Catacombes”? Você já ouviu falar do fantasma do “Jardin des Tuleiries”?

Segue abaixo algumas curiosidades bem interessantes acerca de Paris :

1. A Ponte Nova :

A ponte mais antiga de Paris é denominada Pont Neuf (Ponte Nova). O que parece um paradoxo, pode ser facilmente explicado.

Ela guarda o nome de “ponte nova”, pois, desde a sua inauguração em 1607, foi campeã de inovação no quesito urbanístico. Foi a primeira ponte à atravessar o Rio Sena em toda a sua largura e a primeira ponte sem nenhuma casa sobre a mesma.

Até a construção da “ponte nova”, as pontes em Paris eram ocupadas por casas ao longo de seu cumprimento, o que as tornavam, do ponto de vista dos passantes, uma espécie de corredor ou rua estreita.

Casas sobre uma ponte, idade média

Além disso, foi a primeira a dispor de calçadas e terraços para os pedestres se protegerem da lama e dos cavalos.

Em resumo, para sua época, ela revolucionou o conceito de ponte, e por isso mereceu ser chamada de “ponte nova”.

A bela pont neuf

2. O fantasma do “Jardin des Tuileries” :

Estamos em 1564. A rainha Catherine de Médicis deseja construir um novo palácio para a família real com um suntuoso jardim estilo italiano. Ela compra e faz demolir uma antiga fabrica de telhas, assim como as casas de artesões que moravam nas redondezas.

A contra gosto de Catherine, um habitante se recusa a deixar sua casa. Jean l’Écorcheur morava há trinta anos em uma pequena casa onde hoje se encontra o Jardin des Tuileries.

Quando o mesmo soube que a rainha queria demolir sua casa, Jean a solicita um novo teto, mas, em uma noite sombria, ele foi assassinado. No momento de sua morte ele jura vingança.

Alguns afirmam tê-lo visto no jardim, vestido de uma grande capa branca. Outros dizem ter escutado gargalhadas a cada vez que um habitante do palácio moria: Catherine de Médicis, Henri IV, Maria Antoinette ou até Napoleão.

Depois de um incêndio no palácio em 1871, aquele que era conhecido como o pequeno homem vermelho de Tuileries desapareceu, mas a lenda ficou para a história.

3. Lutèce

Foi na Rua Saint Jacques no 5º arrondissement, também conhecida como a rua das origens, que Paris começou sua construção. Mas nem sempre ela se chamava Paris : Lutèce foi seu primeiro nome.

No final do primeiro século de nossa era, os romanos se instalaram na margem esquerda do rio Sena, como também na atual île de la cité, e construíram uma nova cidade conhecida como Lutèce (Lutetia em latim).

De significado peculiar, pois “luti”, “lutum” significa “lama”em latim, o nome refere-se às recorrentes enchentes que ocorriam no rio Sena, que deixavam a cidade coberta de lama. Os habitantes chocados com esse nome, que sempre os lembravam “lama”, preferiram chamá-la de Paris. Uma das teorias para explicar a origem do nome da cidade das luzes é a seguinte : Paris vem do nome do príncipe Pâris Alexandre, filho de Priam, rei de Troia.

O que tem a ver o príncipe de Troia com o nome atual da cidade?

Bem, a guerra de Troia vocês já conhecem a história. O que acontece é que ao fim desta guerra, o príncipe de Troia, Pâris, teria fugido de sua cidade em destruição, e foi parar justamente nas margens do rio Sena (onde hoje se encontra Paris), e de lá começou uma nova civilizaçao. Voilà!

4. O roubo da Monalisa

Estamos no museu do Louvre, em 22 de agosto de 1911. É segunda-feira, dia reservado aos artistas que copiam os quadros célebres. Ao entrar na sala onde ficava o quadro de Mona Lisa, o pintor Louis Béroud grita: “On a volé la Joconde!” Ou seja : “roubaram a Mona Lisa!”.

A polícia foi logo avisada e não demorou muito para que os corredores do Louvre estivessem cheios , todos à procura do quadro de Da Vinci. A caixa protetora de vidro e a moldura da tela foram encontradas vazias nas escadarias do museu. Quem poderia ter roubado Mona Lisa?

O Jornal “Le Petit Parisien” de 23 de agosto de 1911 consagra duas páginas para falar do roubo e das investigações. Todos eram suspeitos. A Alemanha foi acusada em vários jornais de querer se aproveitar da famosa obra-prima. Até o pintor espanhol Pablo Picasso foi acusado de cumplicidade no roubo da “chef d’oeuvre”.

Manchete do jornal Le Petit Parisien noticiando o roubo (23/08/1911)

Testemunhas afirmam terem vistos homens suspeitos saírem do Louvre com um pacote nas mãos. Um adolescente afirmou que cinco homens cochichavam próximo ao museu. Uma pista de um malfeitor que fugiu para os Estados Unidos também foi seguida. Contudo, nenhuma dessas suspeitas levaram a solução do roubo de Mona Lisa.

Somente dois anos mais tarde que o caso foi solucionado. Um antiquário italiano de Florença recebe um curioso cartão postal de um remetente desconhecido. No cartão, o rementente propunha trazer de volta à Itália o quadro roubado por Napoleão I o qual deveria de lá nunca mais sair.

O antiquário aceitou a proposta, mas avisou a polícia acerca do conteudo do
cartão e o seu autor foi preso. Era o italiano Vicenzo Perrugia, pintor de prédios, que trabalhava no Louvre e tinha o desejo de restituir o mais belo quadro italiano à sua pátria.

Perrugia foi condenado na Itália à um ano de prisão. E Mona Lisa voltou ao seu lugar no Louvre em 4 de janeiro de 1914.

Descubra Paris de hoje e de ontem através de visitas guiadas e conheça histórias apaixonantes!

2 comentários em “4 curiosidades históricas de Paris

  1. Que bacana, muito interessante, vocês explicam tudo direitinho!!!

    Curtir

  2. Adorei Gigi!!!! Um pouco de história e um bom entendimento dos fatos em poucas linhas, um resumo muito bom.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close