Visitar Paris no verão ?

O que esperar de Paris nos meses de junho, julho e agosto

Summertime, summertime!

Paris é sempre bonita , disso ninguém tem dúvida , mas uma coisa é certa : a cidade muda pra caramba em cada estação.

E bom, quando se fala de estadia em Paris ninguém quer da bola fora e procura então o momento e as condições que condizem exatamente com suas expectativas.

Por exemplo, quer experimentar toda a vibe do Natal, ver a decoração da Champs Elysées, provar vinho quente, comer muito chocolate bom, patinar no gelo e conhecer os famosos marchés de Noël? Perfeito, venha em dezembro ! Agora venha preparado para o frio e para dias bem curtos (pôr do sol por volta das 17h).

Quer vivenciar a queda das folhas do outono, um “friozinho gostoso” e aquele dégradé laranja-amarelo? Outono !

Mas e quanto aos meses de verão?

Muita gente já me perguntou se os meses de verão (junho, julho e agosto) são um bom período pra vir pra cá. Nesse post vou te descrever o que esperar ao visitar Paris ( e a França) nesse período.

O que você irá encontrar

Du soleil :

Primeiro de tudo, os dias são longos, e bote longo nisso. O dia 20 ou 21 de junho (solstício de verão, varia com o ano) dia oficial de início da estação, é o mais longo dia do ano e o sol basicamente se põe por volta das 22h.

Depois disso, à cada dia o sol se põe um pouco mais cedo. Mas bem, mesmo no final de agosto o pôr do sol só acontece por volta das 21h.

Engraçado que isso também mexe com as horas mais quentes dos dias. Como venho de Fortaleza, estava sempre acostumado com o pôr do sol em uma hora fixa (pouca variação) e sempre conheci 12h-14h como a hora que o sol tá mais quente, ou “tinindo” como dizemos no Ceará.

De la canicule :

(canicule = termo francês para onda de calor)

Simm, ela existe, não é de hoje (em 2003 foi a pior da historia da França desde que existe uma rede oficial de observação das temperaturas) e basicamente significa temperaturas bem altas que tornam praticamente impossível sair passeando pelas ruas.

Neste ano (2020) durante 4 dias as temperaturas ficaram na casa dos 40 graus, e era praticamente impossível viver sem pelo menos 3 banhos por dia.

A questão é que a França é muito bem preparada para o frio, praticamente toda residência e todo comércio são equipados de aquecedores, mas quanto ao calor o preparo é perto de zero. É bem raro ter ar-condicionado em casa, e também é artigo raro em restaurantes e bares.

Em qual mês é mais provável haver canicule? Não dá pra dizer. Em 2020 foi em agosto, em 2019 em junho, e 2018 em julho. Na real, pode ter ou não canicule durante o verão, tudo depende de massas de ar quente, movimentos de nuvens e sei lá mais o que que traz esse calor desgramado.

Agosto : mês à evitar ?

Vamos falar de agosto.

Pra dar o contexto, é preciso saber que aqui (no mundo ocidental do hemisfério norte em geral) o ano letivo começa em setembro e termina em junho. Ou seja, as grandes férias de fim de ano são em julho e agosto (eu sei, pode parecer bizarro dizer “fim de ano” no meio do ano, mas é assim mesmo) . Um novo “ano” começa em setembro, e todo o ciclo recomeça.

Ok, mas o que isso vai mudar minha vinda para Paris?

A questão é que agosto é o mês no qual a maioria dos franceses (e parisienses, bien sûr) decidem sair de férias e viajar para fora da França ou para o interior. Ou seja, Paris estará bem vazia.

“Melhor ainda então, menos fila!”. Pera lá! O problema é que você encontrará muita coisa fechada, muita coisa fechada mesmo! A França leva muito à sério a questão de sair de férias, e enquanto no Brasil você nunca imaginará ver um restaurante fechado com escrito na porta “fechado para férias”, aqui na França acontece muito em agosto!

Sabe aquele restaurante super cool que você pesquisou e incluiu no teu roteiro? Ele pode estar fechado para férias se você vier em agosto. Ou aquele bar, ou aquele rolê, bem, deu pra entender.

Beleza, mas o que fazer então?

E então como aproveitar?

A sugestão aqui é fazer coisas típicas do verão como piquenique em um parque ou na beira do rio Sena. O pôr do sol sendo mais tardio da pra aproveitar bastante, mesmo marcando de se encontrar, por exemplo, no fim da tarde.

Poucas coisas conseguem superar um bom rosé no quai do Sena em boas companhias !

É super fácil de organizar : basta passar em um mercado próximo, comprar o que precisar e levar para a beira do Sena.

Piquenique time!

Essa estratégia funciona também para o clássico piquenique aos pés da Torre, no Champs de Mars.

Outra pedida é aproveitar para explorar as áreas mais verdes e frescas da cidade, como por exemplo o parque Buttes-Chaumont, sobre o qual eu falo com mais detalhes nesse outro post aqui :

https://explorandoparis.com/2019/01/04/top-3-lugares-em-paris-para-fugir-dos-cliches-turisticos/

Bom, é isso, acho que com essas informações já dá pra ter uma melhor noção do que esperar do verão por aqui.

Até mais, fiquem atento para mais posts.

Sigam a gente nas redes sociais :

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close